19
Qui., Set.

Typography

Com o tema Diálogos democráticos: comunicação humanitária e para a paz, a FAPCOM realizou nos dias 19 e 20 de agosto de 2019 o 12º Simpósio de Comunicação. O evento ocorreu em sintonia com o aniversário de 105 anos da Pia Sociedade de São Paulo e contou com três mesas de debates: Comunicação e direitos humanos, políticas públicas para a promoção da paz e comunicação humanitária e diálogo para a paz.

O Simpósio levou em conta a necessidade de pensar o papel da comunicação em um momento de crise da democracia e perdas de direitos sociais vividos pela sociedade brasileira, sobretudo no atual cenário político em que a agenda do Governo Federal tem se mostrado perversa, especialmente contra os pobres.

Nesse sentido, para a mesa de abertura do evento intitulada comunicação e direitos humanos, a FAPCOM recebeu o Prof. Dr. José Vicente, reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares e a jornalista Bianca Santana. No segundo dia, no período da manhã, tivemos a presença de Débora Maria da Silva, fundadora do Movimento Mães de Maio. Trata-se de um coletivo de mães que perderam seus filhos para a violência policial. Nesta mesma mesa, com o tema políticas públicas para a promoção da paz, debateram o ativista Alderon Costa, criador da Rede Rua e o jornalista Fausto Salvadori, fundador da Ponte Jornalismo. A explanação final se deu entre Luciana Capobianco, criadora do movimento Estou Refugiado e Patrícia Campos de Melo, jornalista da Folha de São Paulo, que lançaram luz sobre o tema comunicação humanitária e diálogo para a paz.

Dentro da programação do Simpósio a FAPCOM também realizou o 7º Encontro de Iniciação Científica e o 1º MEDIACOM, eventos acadêmicos para apresentação de pesquisas cientificas, abertos a graduandos, mestrando e doutorando.

Foram dois dias de atividades intensas, deixando-nos a certeza de que a nossa pequena colaboração para pensar o complexo universo da comunicação se amplia quando permitimos a abertura para o diálogo e a formação do pensamento crítico e inclusivo.

Onde estamos