Typography

Entre os dias 22 e 27 de maio, participei – com o grupo do Noviciado Paulino Internacional – da 14ª edição do Festival Bíblico. Promovido pela Pia Sociedade de São Paulo e Diocese de Vicenza, o evento tem como finalidade favorecer um contato criativo com a Sagrada Escritura. O tema escolhido para este ano foi “futuro”, aprofundado em palestras, cursos, shows, teatro... encontros! Várias manifestações artísticas, culturais e religiosas eram realizadas simultaneamente. Praças, museus, igrejas, escolas ficaram lotadas de pessoas que queriam escutar, dialogar e aprender algo mais sobre a Palavra de Deus. Participando do Festival Bíblico, pude vivenciar, na prática, o ensinamento do Bem-aventurado Tiago Alberione: “falar de tudo cristãmente”.

Um lugar certamente curioso do Festival era o “Dabar”: um café/restaurante literário. Enquanto saboreavam deliciosas comidas e bebidas, os presentes participavam de bate-papos com escritores, cineastas, artistas, sempre intercalados com boa música. A um olhar desatento, este espaço nada tem a ver com um festival “bíblico”. No entanto, a relação já começa com o nome. Dabar, em hebraico, significa palavra criadora. E era exatamente isso que acontecia naquele espaço. Não só ali, mas em todo o Festival. Outro aspecto importante era a informalidade do ambiente, que favorecia um encontro espontâneo e verdadeiro entre as pessoas.

Papa Francisco tem razão quando diz que “hoje, corremos o risco de que alguns mass-media nos condicionem até ao ponto de fazer-nos ignorar o nosso próximo real. Não basta circular pelas ‘estradas’ digitais, isto é, simplesmente estar conectados: é necessário que a conexão seja acompanhada pelo encontro verdadeiro. Não podemos viver sozinhos, fechados em nós mesmos. Precisamos de amar e ser amados. Precisamos de ternura. A rede digital pode ser um lugar rico de humanidade: não uma rede de fios, mas de pessoas humanas.” (cf. Mensagem para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, 2014). Dentre vários, um dos ensinamentos que aprendi nos dias de Festival Bíblico foi a importância de viver um “encontro verdadeiro”.

Iniciativas como essas me fazem ver a atualidade do carisma que nos deixou como herança o Padre Tiago Alberione. Em seu tempo, e com os meios de então, ele não se cansou em procurar caminhos criativos para difundir o Evangelho. Hoje, as tecnologias de comunicação chegam a níveis de velocidade e complexidade que nos desafiam a acompanhar seu ritmo. O futuro, tema do Festival Bíblico, vai se tornando cada vez mais incerto. No entanto, essa realidade não pode nos desanimar. Pelo contrário, motiva-nos a procurar novos meios, novas linguagens, novos modos de anunciar a Boa-Nova de Jesus. “Os céus e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão” (Mt 24,35).

O Festival Bíblico 2018 foi, sem dúvida, um momento de recarregar as energias, de aprender um pouco mais. Agora é hora de continuar o caminho!

 

* Danilo Alves Lima é noviço paulino da Província do Brasil. Atualmente vive em Albano Laziale (Roma).

Agenda Paolina

16 Agosto 2018

Feria (verde)
S. Stefano di Ungheria
Ez 12,1-12; Sal 77; Mt 18,21–19,1

16 Agosto 2018

* Nessun evento particolare.

16 Agosto 2018

SSP: Fr. Bernardino Boschetti (1995) - D. Joseph Chircop (1999) - Fr. Secondo Gesualdo Mottura (2014) • FSP: Sr. M. Flora Oyama (1971) - Sr. Eufemia Morando (1983) - Sr. M. Giuseppina Di Miceli (2010) • PD: Sr. M. Felicita Barbaduomo (2001) - Sr. M. Filippina Brisindi (2009) • IGS: D. Pacifico Butani (2004) • ISF: Margarita Antonia Solís (2002).